Justiça do Amapá realizará II Seminário Estadual de Adoção com foco na adoção tardia

16 Jun 2017

Por: Assessoria de Comunicação TJAP

A Coordenadoria Estadual da Infância e Juventude do TJAP, realizará o II Seminário Estadual de Adoção com o tema “A Afetividade Como Matriz na Reconstrução do Conceito de Filiação”. O evento ocorrerá no dia 26 de junho, no Plenário do TJAP e as inscrições poderão ser efetuadas de 14 a 23 de junho através do Portal do TJAP.  

seminario 2O Seminário objetiva promover aprimoramento dos desafios da adoção no estado, nas suas múltiplas dimensões (psicológica, social, cultural e jurídica), encontrando os melhores meios para assegurar o direito à convivência familiar às crianças e adolescentes que tiveram esse laço rompido.

No Brasil, 19,7% das famílias interessadas em adotar procuram por crianças brancas, contudo 66,1% das crianças disponíveis para adoção são negras; 6% das famílias exigem crianças saudáveis, enquanto 25,3% das crianças têm algum problema de saúde. Durante o evento esses e outros elementos de entrave serão abordados.

“O Seminário versará sobre tópicos pertinentes às chamadas adoções necessárias, que são as tardias – de crianças mais velhas ou adolescentes e, dos que não se encaixam nos anseios e ideais dos pretendentes. Também será explanado sobre a funcionalidade e a eficácia de gestões públicas existentes para o segmento infantojuvenil e suas famílias, e o papel do Sistema de Justiça na garantia dos seus direitos”, destacou a desembargadora Pini, coordenadora da CEIJ/TJAP

Outro momento do evento será direcionado para a palestra “Abandono e Adoção no Brasil”, a ser ministrada pela Drª Lídia Weber, psicóloga e autora de onze livros, entre eles “Pais e filhos por adoção no Brasil: Características, Expectativas e Sentimentos”.