TJPB sinaliza parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Humano do Estado em prol da Infância e Juventude

05 Jul 2017

Por: Tatiana Morais - DICOM / TJPB
Foto: TJPB

O presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, desembargador Joás de Brito Pereira Filho, recebeu, na manhã desta segunda-feira (3), a secretária de Estado do Desenvolvimento Humano (SEDH), Maria Aparecida Ramos, que, na ocasião, apresentou proposta de parceria no atendimento de medidas socioeducativas para o serviço de acolhimento de crianças e adolescentes no Estado. A reunião contou, ainda, com a presença do Coordenador da Infância e Juventude do TJPB, Adhailton Lacet, e da Gerente de Proteção Social Especial da SEDH, Waleska Ramalho.

A proposta, apresentada pela secretária Cida Ramos, visa a implantação de casas de acolhimento para crianças e adolescentes, entre 0 e 18 anos de idade, que tiveram alguma violação nos seus direitos. A ideia é abrigar essas crianças e oferecer apoio educacional e psicológico.

Na ocasião, a secretária ainda pediu apoio ao presidente do TJPB para a convocação dos juízes e promotores para a realização de um Seminário sobre os serviços de acolhimento para crianças e adolescentes. Previsto para ser realizado em 18 de agosto do corrente ano, em local ainda a ser definido, o evento tratará de protocolos de ações e apresentação de projetos em conjunto com juízes e promotores.

O presidente Joás de Brito sinalizou apoio ao pleito. “O Tribunal de Justiça vai ser parceiro e ajudar no que for possível, tanto, que convidei o coordenador da Infância e Juventude para participar dessa reunião, para ajudarmos no que for necessário, inclusive, com a cessão de algumas casas de juízes, no interior da Paraíba, que estão desocupadas, para que a Secretaria de Desenvolvimento Humano do Estado possa transformar em local acolhedor de crianças e adolescentes”, ressaltou.

Sobre a importância do projeto, o presidente enfatizou que a ideia é tirar essas pessoas do mundo do crime, dar uma oportunidade a quem não tem nenhuma perspectiva de vida. “Essa ação é importante para que essas crianças e adolescentes tenham uma vida digna”, afirmou.

O coordenador da Infância e Juventude do TJPB, Adhailton Lacet, também falou da importância da parceria, enfatizando que sempre que se puder somar esforços para minimizar os problemas voltados para a área da Infância e Juventude é benéfico, pois se trata de uma área de prioridade absoluta.

A secretária Cida Ramos agradeceu a receptividade no Tribunal de Justiça. “Quero registrar, aqui, a minha alegria de ter sido tão bem recebida e acolhida e de encontrar no desembargador Joás de Brito e no juiz. Adhailton Lacet dois importantes parceiros”, falou.