Reportagem mostra que número de crianças e adolescentes em trabalho infantil diminuiu

30 Nov 2017

Por: G1

 

IBGE divulgou uma pesquisa que revela que metade dos trabalhadores brasileiros ganhava menos de um salário mínimo por mês, no ano passado. Em média essas pessoas recebiam 15% menos do que o salário mínimo da época, que era de R$ 880.

A pesquisa também mostra que o Brasil tem 1,8 milhão de menores de idade que trabalham. Parte deles, trabalha legalmente como Jovem Aprendiz, com 16 ou 17 anos e registro em carteira. Mas quase um milhão trabalha em situação ilegal. Entre eles, 190 mil crianças de cinco a 13 anos, na faixa etária em que o trabalho não é permitido.

“São crianças que em geral estão ajudando os pais nas suas atividades produtivas. A gente chama de trabalhador familiar auxiliar. 74% dessas crianças estão ajudando os pais no mercado de trabalho e esse trabalho é um trabalho penoso para as crianças. É um trabalho que traz danos físicos, traz danos sociais e afasta as crianças da escola”, fala a analista de pesquisa do IBGE, Flávia Vinhaes.

 

Confira aqui reportagem completa.