Cármen Lúcia renova composição do Fórum Nacional da Infância e Juventude

21 Jun 2018

Por: CNJ
Foto: CNJ

A ministra Cármen Lúcia, presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF), designou  novos integrantes do Fórum Nacional da Infância e da Juventude (FONINJ), por meio da portaria n.40, de 19 de junho, publicada no Diário de Justiça.

O Fórum é composto por dois conselheiros do CNJ e juízes, que deverão orientar os trabalhos desenvolvidos pelas Coordenadorias da Infância e da Juventude dos estados e do Distrito Federal, além de facilitar a interlocução entre os órgãos da Justiça Federal, da Justiça do Trabalho, da Justiça da Infância e da Juventude, as Coordenadorias da Infância e da Juventude e o CNJ.

Os novos membros, conforme a portaria n.40, são os conselheiros do CNJ Maria Iracema do Vale e Luciano Frota, a juíza auxiliar da presidência do CNJ Maria de Fátima Alves da Silva, a juíza auxiliar da Corregedoria Nacional de Justiça Sandra Silvestre, o juiz do Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região Marlos Merk, o juiz Federal do Tribunal Regional Federal da 1ª Região Hugo Sinvaldo Silva da Gama Filho e o juiz do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) Renato Rodovalho Scussel.

O Foninj, de caráter permanente, foi instituído por meio da Resolução CNJ n.231/2016. Ele tem a atribuição de elaborar estudos e propor medidas para a coordenação, elaboração e execução de políticas públicas no âmbito do Poder Judiciário, visando o aprimoramento da prestação jurisdicional na área da infância e juventude.