Presidente da Abraminj é homenageado em publicação

30 Out 2018

Por: Abraminj com informações da Ajuris e TJRS

Aconteceu no dia 29 de outubro, no Auditório Osvaldo Stefanello, no Palácio da Justiça, a 4ª Semana do Depoimento Especial. O evento foi realizado pelo Poder Judiciário gaúcho através da Coordenadoria da infância e da Juventude. 

O desembargador e presidente da Abraminj, José Antônio Daltoé Cezar, participou do evento discursando sobre sua experiência como idealizador do método da escuta judicial de crianças e adolescentes e também expondo os próximos passos a serem dados no âmbito da justiça do Estado do Rio Grande do Sul e Federal.  O desembargador espera que as 165 Comarcas do Rio Grande do Sul estejam equipadas com salas de Depoimento Especial (DE) até o final do ano. Segundo ele, a partir do impulso promovido pela Lei Federal nº 13.431/1207 - que torna obrigatório o método -, o Brasil logo estará com quase o mesmo número de salas especializadas encontradas nos Estados Unidos: "Até o final de 2018 serão milhares de pessoas capacitadas e cerca de 800 salas", disse. "Nos EUA são 900 em todo o país.

Homenagem: 

A Escuta Protegida de Crianças e Adolescentes - Os desafios da implantação da Lei 13.431/2017, organizado por Luciana Pötter, ganhou lançamento também no dia 29 de outubro, na Escola Superior da Magistratura da AJURIS. O evento contou com as presenças da presidente da AJURIS, Vera Deboni; do vice-presidente Administrativo, Orlando Faccini Neto; e do diretor da ESM, Jayme Weingartner Neto.

O livro em homenagem ao desembargador e presidente da Associação Brasileira dos magistrados da Infância e da Juventude (Abraminj), José Antônio Daltoé Cezar,  foi editado pela Livraria do Advogado.