Abraminj lança documento com diretrizes para o procedimento de Busca Ativa

19 Nov 2018

Por: Abraminj

A Associação Brasileira dos Magistrados da Infância e da Juventude (ABRAMINJ) lançou um documento onde  norteia  a  atuação dos operadores do Direito Infanto-juvenil como proceder na busca de pretendentes à adoção de crianças e adolescentes, inseridos em programas de acolhimento familiar e institucional, que atualmente não possuem correspondentes habilitados no Cadastro Nacional de Adoção. 

As diretrizes que compõem o documento visam positivar a atuação dos operadores do direito e promover os procedimentos da Busca Ativa de forma ampla. 

Clique aqui e confira todas as diretrizes.